Casa própria: Saiba tudo que precisa antes de procurar uma

Links Patrocinados
85 / 100

Sonhando com a sua casa própria? Clique aqui agora e saiba tudo o que você precisa para conquistar a sua!

Todo brasileiro sonha com a casa própria, isso porque ela é um patrimônio que tende a sempre se valorizar.

Contudo essa compra requer muita atenção, dedicação, planejamento e pesquisa. Muitos pontos deverão ser levados em consideração, como localização, como comprar, quando comprar, custo adicional e etc.

Sendo assim, iremos te orientar para fazer esse passo tão importante com uma melhor segurança e confiança em suas escolhas.

Links Patrocinados

As vantagens de uma casa própria

Ter a casa própria irá lhe proporcionar muitos benefícios, onde você poderá usufruir por muitos anos em sua vida.

Ter um Lar

Obviamente, ao comprar uma casa você terá um lar, ou local para seu descanso e segurança.

O lar poderá comportar uma quantia de pessoas compatível com os cômodos e espaço. Assim perfeitos para famílias, pessoas e até mesmo animais.

Patrimônio

Uma casa servirá como um patrimônio, em outras palavras, ela vale muito dinheiro. Portanto isto lhe garante uma fonte que lhe garanta uma boa quantia de dinheiro.

Desta forma tornando muito mais benéfico a compra deste patrimônio.

Independência

A independência é algo que acontece consequentemente neste caso. Com a casa própria você ganhará mais independência.

Links Patrocinados

Isso ocorre por conta das responsabilidades que esse bem acarretam, sejam eles por custo, despesas, tarefas domésticas e etc.

Como conseguir a minha casa própria?

Para conseguir comprar a sua casa própria, primeiro você deverá ter uma boa fonte de dinheiro acumulada. Desta forma você poderá dar uma entrada, pagar a vista ou parcelar sua compra.

Pensando nisso leve em consideração que não é financeiramente saudável ter despesas que suguem mais que 35% do seu salário. Isso ocorre por que imprevistos, despesas diárias e diversos fatores podem comprometer sua renda.

Sendo assim veja todas as formas, mais comuns, para a aquisição de sua casa própria.

Links Patrocinados

Minha casa minha vida

O Minha Casa Minha Vida é um programa do governo, nele famílias, que possuam uma renda menor que R$7mil, podem adquirir sua casa própria.

Para isso você deverá ir no site da Caixa clicando aqui para saber mais sobre essa iniciativa. Ao se cadastrar você entrará para o benefício e poderá comprar sua casa própria por um valor mais em conta e parcelar a sua aquisição com uma maior facilidade.

Consórcio

O consórcio é uma forma de adquirir bens de forma mais segura, entretanto o seu processo pode demorar mais. Nele você irá pagar prestações ao contrário, ou seja, você pagará pelo bem antes de adquiri-lo. Assim garantindo que você irá conseguir pagar, e não te trazendo sufoco na hora do pagamento.

Veja também:  Casa: 11 passos pra você conseguir comprar a sua

Contudo algumas vezes esse processo pode ser acelerado, pois ele funciona como um leilão. Serão várias pessoas dentro de um grupo, interessadas nesse mesmo produto, a cada mês serão contemplados de 2 em 2 gratuitamente, ou pagando por isso. Assim a pessoa levará o seu bem antes do tempo, contudo mantendo o pagamento do consórcio.

Ela é uma ótima forma para se adquirir bens de alto valor, como sua casa própria, entenda mais clicando aqui.

Empréstimo

O empréstimo normalmente é feito através de um banco ou uma instituição financeira. Assim, se você for um um cliente confiável, sem restrições no nome, a instituição poderá lhe emprestar um dinheiro.

Esse dinheiro normalmente contém altas taxas de juros e impostos, portanto deve ser muito bem analisada. Para entender melhor sobre o empréstimo acesse clicando aqui.

Economizando

Essa maneira é a mais indicada, contudo é a mais difícil. Sendo assim tenha em mente que economizando e comprando sua casa a vista, você terá muito desconto.

Entretanto sabemos que acumular o valor de um casa é muito difícil e isso a torna a opção mais complicada. Porém não podemos eliminar o fato que a mesma é a mais segura e trás descontos.

Prestações

A última opção e mais comum e a compra por prestações. Contudo, até mesmo nela, normalmente é necessário ter um valor acumulado para dar de entrada.

Quanto maior for a entrada menos serão as parcelas e os valores. Além disso em caso de uma família comprado um imóvel para morar junto, será possível a junção de valores.

Desta forma, cada um pagando um pouco, ficará tudo mais leve.

Custos adicionais para ter a casa própria

Além dos valores gastos com a sua casa própria leve em consideração diversos outros valores que são indispensáveis ao comprar sua residência.

Portanto será necessário que você acumule um dinheiro extra, além do utilizado pela casa própria. Lembre-se que uma casa é um dos investimentos mais caros que você poderá se envolver, contudo comprar é bastante benéfico.

Sendo assim considere custos adicionais com:

Taxa de transferência de imóveis

Esta taxa é sempre cobrada quando alguém compra um imóvel. O mesmo é feito pela a prefeitura, e custa cerca de 2% do valor da casa.

Para fazer o calculo desse imposto será necessário saber dos dois valores do imóvel: o valor venal e o valor de transação. Esses valores são analisados unindo o valor da oferta no anuncio de venda do imóvel e o valor que o mesmo foi comprado, se foi com desconto ou não.

Veja também:  10 dicas fundamentais para sair gastando pouco

Muitas vezes com a forma de pagamento do cliente, chorar desconto ou etc. Vendem o imóvel com um valor menor. Sendo assim o valor de transação é o valor que deve ser feito o calculo, pois foi o valor total do imóvel.

Serviços de cartório

Ao comprar sua casa própria você deverá registrar a casa em seu nome, para que o governo sabe para quem deve ser feitas as cobranças de IPTU.

Para isso será necessário pagar um valor que é diferente de estado para estado e depende do valor do imóvel. Você poderá consultar esse valor clicando aqui na Central de Registradores de Imóveis.

Escritura

Esse documento só será cobrado para quem comprar a casa própria a vista. No caso de compra parcelada, o próprio contrato servirá como escritura.

Esse documento, como o mencionado a cima, também varia de valor de estado para estado. Você poderá consultar os valores na tabela do Colégio Notarial do Brasil clicando aqui.

Valores de corretagem

A taxa de corretagem é um valor arrecadado pelas corretoras sempre que negociam uma compra ou venda de ativos na bolsa de valores. Onde, ao comprar uma casa irá acarretar nessa despesa a mais.

Esse valor será diferente na compra de cada casa própria, onde poderá ser um valor fixo determinado na hora da compra, fixo com taxa de até 0,30% em cima do valor do imóvel ou somente a taxa de 0,30%.

Portanto atente-se a mais essa despesa e se informe antes de finalizar a compra, para o abatimento de suas finanças.

IPTU

O IPTU é um imposto cobrado pelo governo em cima de sua casa própria todos os anos. Esse dinheiro é reutilizado para melhorias na cidade na qual sua casa própria se encontra.

Para calcular esse valor é necessário saber o tamanho do terreno da casa, depois multiplicar esse valor pela alíquota de cada município. Contudo esse imposto é um carnê que chegará junto com as cartas de sua casa. Assim você saberá o valor e poderá pagar na lotérica mais próxima.

Para saber mais sobre o IPTU acesse clicando aqui.

Despesas de manutenção e reparos

Esse caso não é obrigatório, mas é necessário de se ter consciência. Como tudo na vida se desgasta e acaba, você deve ficar atento em sua casa.

Reformas, manutenções e imprevistos poderão ser presentes na sua casa própria. Embora não seja um fator obrigatório, esses problemas aparecem mais cedo ou mais tarde e é necessário repara-los.

Contas do dia-a-dia

Comprar uma casa própria quer dizer que alguém vai morar nela. Sendo assim a rotina que a familia criará será inevitável, portanto será necessário pagar a água, luz, internet, alimentação e etc.

Veja também:  Cartão de Crédito: Entenda tudo sobre esse meio de pagamento

Os valores dependerão do custo de vida do proprietário, que deverá estar ciente desses valores para a contabilidade de suas finanças.

Mobiliamento

Morar em uma casa quer dizer que será necessário viver nela, assim você precisará de móveis e eletrodomésticos.

Cada móvel tem seu valor e o custo com cada um dependerá do custo de vida do proprietário. Contudo eles serão uma parte fundamental da moradia no novo lar.

O que procurar na casa própria

Ao procurar uma casa própria, muitas pessoas não se atentam em vários detalhes e fatores. Esse fatores, caso pensados antes, poderão contribuir muito para o lazer dos moradores do novo lar.

Sendo assim considere pesquisar, ao analisar uma casa todos os pontos a seguir:

Boa localização

Identificar a onde a casa está localizada é o primeiro passo. Portanto analise sua necessidade e dificuldade de locomoção.

Morar perto de uma estação de trem pode ser ótimo para quem vai trabalhar de transporte público, residir próximo a escolas e parques é ótimo para uma família. Enfim, são diversos fatores de localidade que você poderá procurar para seu conforto.

Segurança

Outro fator importante é verificar a segurança do local. Embora muitas pessoas não possam se dar o luxo dessa etapa, a mesma também é muito importante.

Sendo assim locais alvos de assaltos, sequestros, com ruas movimentadas e etc. Terão uma maior margem de perigo e com isso riscos.

Infraestrutura

Ao analisar uma casa, a parte crucial é ver a casa. Portanto analise quantos quartos, banheiro, garagem, sacada, lage e etc. Veja todos os fatores que uma casa pode ter para atribuir ao seu valor.

Para isso também é necessário pontuar sua necessidade, quantia de pessoas que irá morar ali e qualidade da casa. Veja se tem muitos problemas com pintura, piso, portas e encanamento.

Tempo de vida

Muito conectado com o item acima, é fundamental que você estude sobre o tempo que a casa tem de vida. Assim você saberá se ele é um imóvel novo ou velho.

Essa informação irá valorizar a residencia que poderá receber pontos por sua idade.

Estética

Por último veja se esse lar tem a estética da sua casa própria desejada. Embora não seja tão crucial como os pontos pautados a cima, também pode ser o determinante ou que te faça se apaixonar pela casa.

Perceba se a casa é muito velha ou nova, se tem muitos defeitos e se terá muito custo para a reforma que você deseja.