fbpx

Cheque Especial: Confira 10 Dicas pra te ajudar a sair do sufoco

Propaganda
85 / 100

O cheque especial nada mais é que um empréstimo pré-aprovado que o banco deixa na conta corrente de um cliente. Esse dinheiro fica disponível na conta, e pode ser usado a qualquer momento. Ele tem um limite definido de acordo com a renda mensal do dono da conta.

Entretanto, ao usa-lo serão cobrados juros, na qual são considerados bastante altos, chegando até a 327%.

“Mas se o juros é tão alto, porque utilizar?”

Essa pergunta é muito feita e a resposta é simples: Porque está na conta!

As pessoas que estão com dividas e precisam de dinheiro, sempre caem nessa armadilha financeira. Desta forma, fica muito mais fácil para arranjar o dinheiro, logo, ficamos tentados. Isso é uma estratégias dos bancos, para que assim, você sempre fique devendo, e eles, sempre ganhando.

Veja também como consultar um empréstimo e evite utilizar o cheque especial clicando aqui.

Como funciona o Cheque Especial?

O valor do cheque especial fica disponível em sua conta. Assim, você pode usa-lo quando quiser ou precisar. Entretanto, antes que ele fique aparente em sua conta, você deverá ser informado sobre a disponibilidade do serviço.

Ao utilizar do valor do benefício, o banco deverá deixar bem claro para o cliente, de onde ele está retirando esse dinheiro. Além disso, deve ficar claro o valor do limite do cheque especial no extrato, para que não haja confusão com o saldo que você tem na conta.

Por mais que o benefício seja tentador, aconselhamos que você jamais o utilize. O fato de seus juros serem extremamente altos, descarta a utilização do benefício, pois pode ser bastante prejudicial a sua saúde financeira.

Entretanto, se necessário, você deve saber algumas dicas de como sair do cheque especial, que você verá a seguir

5 Dicas para evitar os juros do Cheque Especial?

1. Faça uma negociação no banco

Para que todos consigam pagar suas dividas, os bancos sempre facilitam nas negociações. Portanto, quando desejar sair do cheque especial, vá até o seu banco para conversar com seu gerente.

Propaganda

Desta forma, você pode conseguir parcelar sua dividas com taxas de juros menores. Entretanto as propostas de negociação dependerá do banco, onde em sua grande maioria, está interessado em ser pago.

Então, explique sua situação e tente negociar a melhor forma possível para o pagamento de sua divida.

2. Preste atenção em sua conta

Fique sempre de olho em sua conta corrente! Com a tecnologia fica muito mais fácil olhar sua conta. Portanto sempre fique de olho em seu saldo e em seu limite para que você sempre saiba o quanto pode gastar.

Ao entrar o cheque especial, ligue em seu banco e peça que o mesmo seja retirado. Desta forma você evitará 100% o uso do benefício.

3. Controle seu dinheiro

O brasileiro é um dos piores pagadores do mundo, e isso vem por conta de nossa falta de conhecimento em educação financeira. Portanto, ao comprar algo, sempre se pergunte eu quero? Eu preciso? Eu posso? Desta forma, você evita gastos desnecessário.

Desta forma você evitará ficar sem dinheiro, logo, não entrará no cheque especial.

4. Poupe dinheiro

Coloque como meta sempre guardar uma quantia X de dinheiro por mês. Pague esse investimento como se fosse uma divida mensal, assim, você se garante sempre em guardar.

Com isso, ao utilizar o cheque especial, vá ao banco e ofereça pagar a divida a vista. Entretanto, se não utilizar o benefício, aconselhamos que retire o dinheiro acumulado ao invés de usar o cheque especial.

5. Venda de bens

Caso a situação esteja bastante apertada, você pode optar por vender bens seus que você não utiliza mais. Desta maneira, você terá um dinheiro extra para poder fazer uma negociação da divida.

Explique sua situação ao banco e fala o que você está fazendo para pagar a divida. Desta forma você poderá receber um bom desconto, e conseguirá quitar a divida.

Veja também tudo o que você precisa para saber se seu nome está sujo clicando aqui.

Propaganda