fbpx

Financiamento de Veículo: Como transferir a dívida para outra pessoa?

Propaganda
83 / 100

Comprar um carro não é algo simples, é preciso muita disciplina e planejamento para que você consiga arcar com as despesas. Contudo, ao chegar em um nível que não é mais possível continuar pagando o bem, será necessário passa-lo a frente. Para isso você poderá optar por passar o financiamento de veículo para outra pessoa.

Desta maneira você evitará qualquer tipo de prejuízo e poderá passar a divida para uma pessoa interessada. Entretanto a troca de titular do financiamento de veículo deve ser analisada, pois em muitos casos é feito de forma incorreta. Assim, iremos orienta-lo para que você possa fazer tudo de forma correta.

Como fazer a transferência do Financiamento de Veículo

Primeiramente saiba que você deverá focar muito na comunicação, pois a troca de titular para o financiamento de veículo é bem burocrático. Desta forma oriente com os passos a seguir, para garantir que você faça tudo corretamente:

Requisitos necessários

  • A transferência de financiamento de veículo só pode ser feita de pessoa física para física ou de jurídica para jurídica.
  • É necessário uma quantia de parcelas mínimas pagas (determinadas pela a instituição) para a realização da operação.
  • O veículo deverá estar sem multas ou nenhuma pendência, caso contrário, deverá ser exposta a situação para que o novo fiador esteja ciente da dívida.
  • O IPVA no carro também deverá estar em dia.

1 – Encontrar um novo fiador para o financiamento de veículo

Para você poder fazer a troca de titular do financiamento de veículo, será necessário que você tenha um fiador interessado pelo produto. Desta forma você deverá conversar bastante com ele para explicar toda a situação na qual o veículo se encontra.

Portanto alinhe os valores pendentes, como será pago, como será transferido e o real interesse do novo titular do veículo.

2 – Contate o credor na qual você comprou o veículo

Se a divida terá um novo endereço e titular de cobrança será necessário que você comunique o credor sobre a situação. Desta forma você deverá entrar em contato, explicar toda a situação e os dados do novo fiador.

Portanto é importante que o novo fiador esteja próximo no momento que esta etapa ocorrer.

Desta maneira a empresa também ficará ciente e fará a parte dela sobre a situação proposta. Além disso eles porão ser os responsáveis pela a transferência do financiamento de veículo. Contudo o mesmo também poderá ser feito por um banco ou qualquer instituição financeira.

3 –  Avaliação de crédito

Agora a empresa irá avaliar a situação e ver se será benéfico para ela realizar esta operação. A instituição pensará em sua segurança e portanto deverá analisar se o novo fiador terá condições de arcar com a divida.

Assim, tenha em mente que você deverá escolher um fiador confiável e com uma boa saúde financeira, caso contrário a sua solicitação poderá ser recusada. Logo após uns dias você receberá a resposta do credor.

Lembre-se que a instituição é livre em recusar sua solicitação, portanto se acontecer tenha paciência. Contudo se o mesmo for autorizado será necessário apenas realizar a transferência.

4 – Realizando a transferência do financiamento de veículo

Para realizar a transferência será necessário a aprovação do crédito, após isso o antigo fiador e o novo deverão procurar uma instituição financeira (caso o credor não realize a tarefa). Desta forma eles deverão realizar a assinatura de um instrumento para a comprovação da transferência. Além disso será necessário:

Propaganda
  • Alterar a cláusula de contrato para o nome do novo fiador.
  • Pagamento da tarifa de Aditamento Contratual.

Ainda mais no contrato deverá estar explícito que o antigo fiador não terá mais nenhuma obrigação com o pagamentos das parcelas, ou qualquer obrigações com o veículo.

Para realizar a transferência será necessário:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Comprovante de residência;
  • Holerites;
  • Imposto de Renda;
  • Extrato de movimentação bancária nos últimos três meses;
  • Certificado de Registro do Veículo (CRV);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

5 – Renegociação

Ao pedir a transferência do financiamento de veículo será necessário realizar uma renegociação. Neste caso você deverá negociar com o credor pois dependerá da instituição ou banco a aceitação do pagamento parcelado para a quitação do bem. Caso contrário o mesmo será aceito apenas a vista.

Este acordo deverá ser formalizado em contrato e entregue aos consumidores. Se o contrato não for comprido ou quebrado o mesmo será desfeito. Nesta nova negociação deverá ser abatido os valores pagos pelo antigo consumidor e acrescentado os encargos relativos ao período de inadimplência.

Ao calcular as pendências será realizado um novo cálculo para o pagamento desta divida. Este calculo não poderá ter valores relativos a contratação de escritórios de cobrança ou qualquer tipo de honorários advocatícios.

Além disso é acrescentado um valor dentre R$400 a R$600 referente a taxa de transferência do financiamento de veículo. Essa taxa deverá ser paga no Detran.

6 – Tenha um contrato informal

Aconselhamos, que além do contrato feito pela a instituição financeira, você faça um informal com o novo fiador. Desta forma, caso surja algum problema você terá esse documento como comprovação.

Esse documento deverá ter a assinatura dos dois fiadores, o antigo e o novo. Desta forma o antigo fiador não corre riscos, pois o bem primeiramente estava em seu nome.

7 – Quando posso entregar o carro ao novo fiador?

Entregue o carro somente quando a documentação da transferência de financiamento de veículo tenha sido concluída. Até chegar este momento mantenha-se com o veículo.

Planejamento

Para evitar a burocracia de passar o financiamento de veículo para outra pessoa, você deverá se planejar. Sendo assim, tenha em mente que este processo é um pouco demorado e burocrático.

Portanto para evita-lo pense muito bem antes de comprar um novo veículo. Sempre dê preferência a mercadorias que caibam dentro de seu orçamento, e faça sempre uma planilha de gastos.

Desta forma você terá melhor dimensão de seus gastos e saberá o que dá ou não para comprar. Entretanto imprevistos acontecem e são inevitáveis, neste caso opte por financiar para alguém de confiança.

Propaganda