fbpx

PIX: sistema de pagamento eletrônico, entenda como funciona

Propaganda
89 / 100

O PIX é um novo sistema de pagamentos instantâneo brasileiro onde será possível realizar ou receber transações financeiras em tempo real 24 horas por dia.

A ideia da plataforma é oferecer uma nova forma de pagamento que substitua as transações de DOC, TED, boletos bancários, cartões e o principal de todos, dinheiro físico. Incrível né? Leia este artigo para saber como irá funcionar este serviço.

 

O que é o PIX

Já pensou em receber ou até mesmo enviar transferências monetárias em menos de 10 segundos a qualquer hora do dia ou qualquer dia da semana? O que até poucos atrás poderia parecer ficção, hoje já é realidade.

Lançado pelo Banco Central em fevereiro de 2020, o PIX vai revolucionar a forma como as transações são realizadas no Brasil. Ou seja, além de proporcionar maior praticidade e segurança ao realizar suas transações.

 

O PIX também promete impulsionar a concorrência do mercado financeiro, bem como sua eficiência, que durante décadas dominada pelo oligopólio estabelecido pelas instituições financeiras.

 

Para que serve o PIX?

O PIX será uma nova forma de pagamento mais prática e segura, e principalmente de baixo custo. Segundo o Bacen, o serviço é baseado em:

 

  1. Disponibilidade

Os pagamentos serão instantâneos, onde serão realizados de forma prática 24 horas por dia em qualquer dia, até mesmo aos feriados e fins de semana.

 

  1. Velocidade

Os recursos estarão disponíveis para os beneficiários em questão de segundos.

 

  1. Conveniência

Assim como já acontece em alguns bancos digitais, as operações serão mais práticas, com intuito de facilitar as necessidades dos usuários.

Propaganda

 

  1. Segurança

A internet vem facilitando muito a vida dos usuários dos serviços financeiros, porém a preocupação de muitos ainda é a insegurança que ela muitas vezes proporciona. O principal objetivo do PIX é proporcionar um ecossistema transações financeiras mais seguras, com serviços de autenticação digital inovadores.

 

Quem poderá utilizar o serviço?

 

  • Transações entre pessoas (P2P)
  • Transações entre pessoas e estabelecimentos (P2B)
  • Transações entre Estabelecimentos e seus fornecedores (B2B)
  • Recolhimento ou envio de taxas e impostos (P2G) e (G2P)
  • Pagamentos de salários e benefícios sociais (G2P) e (G2B)

 

Quais as vantagens do PIX

Além dos motivos citados acima, é necessário entender que o benefício ao utilizar o PIX como forma de pagamento não se limita somente a beneficiar seus usuários que efetuarão transações com mais segurança.

A nova plataforma de pagamentos ajudará a impulsionar a economia que foi duramente afetada pela pandemia do Novo Coronavírus, pois como uma forma de pagamento com taxas reduzidas o custo dos produtos e serviços oferecidos pelas empresas serão reduzidos, e esse valor será refletido no preço final pago pelos consumidores.

instrutor financeiro pix como funciona

instrutor financeiro – PIX como funciona

 

Quando este serviço estará disponível?

O PIX já está em fase de testes desde fevereiro de 2020, porém o serviço estará disponível para a população somente a partir do dia 16 de novembro de 2020. Até lá algumas empresas como o banco Inter, Nubank, C6 Bank e também o BS2, já estão disponibilizando o cadastro das chaves de segurança para seus clientes.

 

Como será feito a utilização do PIX?

Com o principal intuito de proporcionar um meio de pagamento prático e ao mesmo tempo seguro e intuitivo, quanto fazer um pagamento utilizando dinheiro em espécie.

Dito isso os pagamentos deverão funcionar baseado em três validações diferentes:

 

  1. Chaves PIX

As chaves poderão ser cadastradas utilizando numero de telefone celular, endereço de e-mail e também pelo CPF (pessoa física) ou CNPJ (pessoa jurídica).

  1. Código QR

Serão usados 2 (dois) tipos de QR Code: Dinâmico (exclusivo por transação) e Estático (para múltiplas transações);

 

  1. Tecnologia NFC

Através da tecnologia near-field communication (por aproximação) tecnologia já presente em alguns cartões crédito e débito mais novos.

Propaganda

No Responses