Quitação de dívida: Saiba como se programar

Links Patrocinados
84 / 100

Acumular uma dívida é muito fácil no Brasil, até porque o país é conhecido por ser um dos piores pagadores. Contudo é necessário fazer uma quitação de dívida para que isso não se torne um problema.

Com uma dívida você poderá ter restrições no seu nome e então você não poderá contratar diversos serviços. Entretanto para realizar a quitação de dívida deve se atentar bem, pois muitos pontos devem ser analisados.

Sendo assim iremos te instruir para que você saiba como proceder.

Limitações de uma dívida

Ao ter uma dívida, quanto maior o seu valor maior os prejuízos, isso por diversos fatores, sendo eles:

Links Patrocinados
  • Diminuição no score de crédito.
  • Nome sujo que você poderá analisar o seu clicando aqui.
  • Juros acumulativos tornando uma dívida em bola de neve.
  • Problemas em qualquer solicitação de crédito ou empréstimo.

Esses fatores embora não sejam tão cruciais, o mesmo irá te limitar onde você terá dificuldade em comprar coisas a longo prazo.

Como me programar para a quitação de dívida

Antes de sair solicitando negociação ou falando com a empresa, primeiro você deverá ter fazer uma estratégia para a quitação de dívida.

Sendo assim será necessário que você avalie o valor da dívida, a sua renda e como e quanto tempo você terá para pagar.

Desta forma você deverá encontrar uma solução, onde você poderá realizar a quitação de dívida sem entrar em um novo sufoco.

Após analisar como fazer a quitação de dívida e o valor de sua renda, ficará muito mais fácil de realizar uma negociação.

Como negociar a minha dívida

Ao tentar fazer a quitação de dívida você deverá ter em mente que as empresas, em sua grande maioria desejam se pagas. Sendo assim elas são bastante flexíveis com o pagamento.

Links Patrocinados
Veja também:  Viagem Barata: 11 Dicas pra você viajar pagando menos

Em muitos casos, como compras de produtos, faculdade, etc. Você poderá receber propostas mensalmente sobre novos valores.

Neste caso, você deverá pagar o boleto que será recebido por e-mail e paga-lo no valor necessário. Em torno de 7 dias essa dívida deverá sair de seu nome e você não poderá mais ser prejudicado por ela.

Contudo algumas dívidas são necessário uma negociação. Sendo assim você deverá entrar em contato com a empresa e então chegar em um consenso de pagamento.

Neste caso explique sua situação e proponha o quanto você poderá pagar. Nesses casos muitas empresas parcelam a quitação de dívida, o que acumula menos juros, mas que fica mais flexível realizar o pagamento.

Links Patrocinados

Empréstimo para quitação de dívida

Nunca é aconselhável fazer um empréstimo para o quitamento de dívida. Isso só será permitido caso a sua dívida acumule muitos juros, maior que de um empréstimo.

Ao longo do prazo os juros podem acarretar em uma nova divida, que chamamos de dívida em bola de neve. Essa divida vai sempre se acumulando e quando se nota, você não consegue mais realizar a quitação de dívida.

Nestes casos o empréstimo pode ser uma ótima saída, contudo empréstimos possuem taxas de juros mais altas do mercado. Portanto se possível esse empréstimo deve ser feito com algum conhecido ou parente que não cobre tantos juros.

Para descobrir se isso valerá apena, você deverá calcular o juros acumulado pela a sua dívida e o tempo, e então é só elaborar a estratégia para a quitação de dívida.

Liquidação antecipada de dívida

Para conseguir realizar a quitação de dívida, uma das opções é fazer uma liquidação antecipada. Nesta liquidação você pagará um valor da fatura para que a mesma diminua as taxas de juros.

Veja também:  Qual utilizar TED ou DOC? Entenda esses dois processos

Sendo assim você deverá negociar com a empresa o quanto você poderá pagar, esse dinheiro pode ter sigo entregue por empréstimo, bicos ou trabalhos extras.

Desta forma a dívida irá diminuir e as propostas de quitação de dívida ficarão ainda mais flexíveis.

Evite a dívida

O melhor plano para quitação de dívida que te sufocam é tendo uma boa educação financeira, para saber mais sobre clique aqui.

Com uma boa educação financeira você irá diminuir os riscos de compras em longas parcelas, ou que não caibam em seu bolso.

Desta forma você irá se planejar com antecedência, e comprará o que precisa dentro de seu limite. Ter uma boa educação financeira não impacta apenas no seu financeiro, como em sua renda, saúde mental e organização pessoal.

Pague a negociação

Caso você faça uma negociação para o pagamento de fatura, você deverá tomar muito cuidado. Neste caso, negocie corretamente, e estabeleça um valor que realmente poderá pagar.

Caso você não pague a fatura depois da negociação os juros estarão bem mais altos e fazer uma renegociação será muito pior.

Isso ocorre pois além de você já não ter credibilidade pela a empresa, na segunda chance você também comprovou isso.

Dessa vez, para conseguir a quitação de dívida será extremamente complicado, onde poderá ser necessário a contratação de um contador ou até advogado.

Não consegui uma boa negociação com a empresa que devo, e agora?

Neste caso você deverá correr para o plano B. Hoje, no Brasil devido a grande demanda de devedores, muitas empresas foram criadas para quitação de dívidas.

Sendo assim você deverá entrar em contato com uma delas, para que você possa conseguir uma melhor proposta.

Veja também:  Bancos Digitais as vantagens que eles podem lhe proporcionar

Essas empresas não irão apenas te auxiliar a quitação de dívida, mas também ajudarão para que você entenda melhor a sua situação e saiba como agir.

Dentre as empresas mais comuns para ajudar na quitação de dívida, temos:

  • CNJ clique aqui.
  • Procon clique aqui. Sendo assim recorra a Programa de Apoio ao Superendividado (PAS) do Núcleo de Tratamento do Superendividamento, que tem parceria pelo Procon-SP e pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
  • Particulares como Bancos, instituições financeira ou um contador.

Essas opções são as mais comuns para quitação de dívida, contudo lembre-se na maioria dos casos as empresas desejam se pagas e são bem flexíveis.

Desta forma tente primeiramente falar com a empresa sobre a quitação de dívida, para que você tenha menos problemas de burocracia ou de valores contratando empresas.

Agora evite novas dívidas e sempre se programe antes de comprar um novo produto ou serviço.

O COVID19 e as dívidas

Devido ao novo surto do COVID19 muitas pessoas estão ficando com seu orçamento mais apertado e dividas correndo. Sendo assim foi criado uma nova proposta, a prorrogação de dívida.

Com ela você poderá pular as parcelas de uma dívida mais para frente, para que a mesma não prejudique seu financeiro ou corra juros.

Para saber mais sobre a prorrogação clique aqui.

Além disso, para pessoas consideradas de baixa renda, foi acionado o auxílio emergencial, com ele é possível que você retire até R$1200 reias para te ajudar com os problemas acarretados pelo COVID19. Para saber mais clique aqui.